Crítica: “Cuidado com o Slenderman”

CUIDADO COM O SLENDERMAN
★★★★☆

DIREÇÃO: Irene Taylor Brodsky
GÊNERO: Documentário
DURAÇÃO: 1h 57m
DISTRIBUIDORA: HBO

O documentário original HBO retrata o assustador caso de duas garotas de doze anos em Wisconsin (EUA), que esfaquearam 19 vezes uma colega como homenagem a Slenderman, um monstro fictício da internet. O longa vai além das notícias e examina como o isolamento, a saúde mental e a natureza conflituosa da internet criaram um perigoso mandato para duas jovens com consequências para toda a vida para todos os envolvidos.

No dia 31 de maio de 2014, em Waukesha, no estado norte-americano de Wisconsin, uma garota foi encontrada esfaqueada e abandonada para morrer em uma mata à beira de uma estrada. Os noticiários do país rapidamente começaram a cobrir a história: a vítima Payton (“Bella”) Leutner tinha sido brutalmente esfaqueada e abandonada para morrer. As suspeitas eram suas amigas Morgan Geyser e Anissa Weier. As três meninas tinham apenas 12 anos. Interrogadas separadamente, Morgan e Anissa explicaram aos investigadores que tinham sido obrigadas a matar a amiga para agradar o Slenderman, um personagem fictício da internet que elas acreditavam existir de fato.

Bella sobreviveu aos ferimentos, e Morgan e Anissa foram acusadas de tentativa de assassinato em primeiro grau.

Imagem: Reprodução

O documentário, dirigido por Irene Taylor Brodsky – indicada ao Oscar em 2009 na categoria melhor documentário de curta-metragem com “The Final Inch“, apresenta a história de Slenderman – uma espécie de “bicho papão” criado no fórum Something Awful em 2009, e utiliza-se de vídeos caseiros com aparições do Slender, entrevistas com as famílias das duas garotas e especialistas que tentam contextualizar o estado mental das jovens de 12 anos.

O documentário revela como o isolamento adolescente, as doenças mentais (como a esquizofrenia, parte da hierarquia da família de Morgan), o bullying que Anissa sofria na escola e a realidade nebulosa da internet levaram as duas amigas a assumirem essa espantosa “missão”, com consequências para a vida toda. Ao retratar um crime chocante, o documentário revela em uma abordagem séria como um mito urbano pode se instalar na mente de jovens impressionáveis e levá-los a praticar um ato inconcebível.

Apesar de “Cuidado com Slenderman” se tornar confuso com a alteração de ordem dos acontecimentos e conter cenas desnecessárias que o deixa um pouco cansativo demais apenas para ser chamado de longa, o documentário conta com acesso sem precedentes às famílias das duas meninas e traz depoimentos e filmagens de dentro da sala de audiências na Justiça.

Imagem: Reprodução

Cuidado com o Slenderman” será exibido no canal HBO no dia 15 de maio, às 22h (horário de Brasilia). Logo depois da exibição na TV o documentário estará disponível na HBO GO.

Iury Parise

Um garoto do interior morando em São Paulo. Apenas mais uma pessoa tentando se destacar no mundo! :) Me acompanha?

Comenta aí, vai :P